Sexta-feira, 25 de Novembro de 2005

Yeshiva boy

Quando cheguei a Israel, há quase dois meses, pensei que o ulpan guiur onde estou a estudar para a conversão, seria uma escola de estudo intenso de Judaísmo. No entanto, as aulas são de quatro horas, dois dias por semana. Acho manifestamente pouco, já que é apenas o dobro do que havia estado a estudar, durante um ano, em Lisboa. E não me mudei de Portugal para Israel para ter somente o dobro das horas de estudo que tinha antes.

Por isso, desde a semana passada, comecei a assistir às aulas matinais na yeshiva Machon Meir, em Jerusalém. Alguns dias antes de começar as aulas, ajudei um amigo e companheiro de casa e de ulpan a mudar a sua bagagem para lá, uma vez que já havia conseguido vaga. O choque foi imediato. Não que estivéssemos habituados a luxos ou a confortos especiais na casa onde estávamos a morar, mas o que encontrámos fez-nos pensar “no que nos fomos meter...”

Chegado ao quarto que lhe coube, pareceu-me estar perante uma cela dd uma prisão brasileira. Pequeno, escuro, sujo. À hora de almoço, depois da oração da tarde (minchá), descemos à cantina. A comida pareceu-me horrível. A primeira impressão da yeshiva, excluindo no que toca os estudos, foi de repulsa.

Todavia, as coisas não estavam a correr bem na casa onde vivia em Efrat, pelo que, apesar de as condições na yeshiva me terem chocado, me esforcei para lá conseguir uma vaga e, finalmente deixar a casa onde vivia há dois meses.

E foi assim que, ontem, carreguei a tralha para o meu quarto na yeshiva. O choque inicial passou. A comida até se revelou aceitável. Parece que as coisas não haviam corrido muito bem na cozinha nos dias em que lá comi. Pelo que vejo do meu amigo que me mudou há pouco mais de duas semanas, a comida de cá engorda. Bom sinal. É que me disseram, há dias, que estava mais magro desde que cheguei.

E afinal, os quartos não são assim tão maus. É verdade que têm de ser partilhados entre quatro ou cinco pessoas, o que, caso os companheiros sejam limpos e calmos, não é um problema de maior. Claro, para quem não se importe de abdicar da sua privacidade.

O ambiente parece-me estupendo. As classes são diárias – no meu caso em espanhol, mas também as há em hebreu, inglês russo e francês. Passamos os dias imersos na Torá, no Shulchan Aruch e no Talmude.

Eu sou o único português entre os mais de 300 estudantes e residentes, mas há um grande número de brasileiros e latino-americanos. Dois dos meus companheiros de quarto são brasileiros, o que ajudou a não estranhar tanto a mudança.

publicado por Boaz às 22:22
link do artigo | Comente | favorito
1 comentário:
De Samuel a 10 de Novembro de 2009 às 19:38
Amigoo, preciso mt da sua ajuda, estou quererndo ir para um kibutz religioso... por favor me ajude, dizendo como vc fez !?!! meu e-mail e samuel_smachado@hotmail.com

espero responta.

Comentar artigo

.Sobre o autor


Página Pessoal
Perfil do autor. História do Médio Oriente.
Galeria de imagens da experiência como voluntário num kibbutz em Israel.


Envie comentários, sugestões e críticas para:
Correio do Clara Mente

.Pesquisar no blog

Este blog está registado
IBSN: Internet Blog Serial Number 1-613-12-5771

É proibido o uso de conteúdos sem autorização

.Artigos recentes

. Pontes e muros entre Roma...

. Habemus "chaver" no Vatic...

. Quando a sirene toca, de ...

. Morto e envenenado (por e...

. A onda africana

. Vêm aí os Persas?

. Jihad casher? – os fanáti...

. Passerelle de Jerusalém

. A Cruz nas terras do Cres...

. Os moicanos de hoje

. De bolha em bolha (de Cop...

. 9/11 – A década

. Kiddush com tequila (Em t...

. De olhos na Diáspora

. Mazal tov!

.Ligações

.Visitantes

Jewish Bloggers
Powered By Ringsurf

.Arquivos

. Maio 2014

. Março 2013

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

.subscrever feeds

Partilhar