Segunda-feira, 31 de Outubro de 2005

Choque permanente

Visitei ontem o Yad Vashem. É um dos locais de visita obrigatória em Jerusalém. Há várias semanas que o planeava fazer com um companheiro de casa e de estudo. Pelo facto de já lá ter estado por três vezes (a primeira em 1999, as outras duas em Maio passado) servir-lhe-ia de guia e tradutor. Fomos com mais duas colegas que, incrivelmente, pouco tinham ouvido falar do Museu do Holocausto de Jerusalém.

O choque é sempre brutal, mesmo depois de três visitas anteriores, bem demoradas e de ter assumido à partida, esta visita não tanto como visitante, mas mais como guia para os meus estreantes companheiros.

O final da visita é arrasador, numa sala com o tecto coberto de fotos do tipo passaporte, aparentemente inócuas, de pessoas que foram assassinadas. Imaginar - só imaginar - sem ter a mínima certeza ou noção, do que pode ter passado cada uma delas... Ainda mais as crianças.

À saída, antes da varanda com uma explêndida vista sobre as florestas a oeste de Jerusalém, há, de cada lado do corredor, livros para quem quiser escrever alguma coisa. Tinha prometido a mim mesmo escrever alguma coisa desta vez. Não fui capaz. De novo.

Que se pode escrever? Não há frio ou calor. A fome e a sede são inadmissíveis. Não há dores de costas nem pernas cansadas ao fim de várias horas de visita. Somente um torbilhão de pensamentos para os quais, no momento, não se conseguem encontrar palavras.

publicado por Boaz às 09:35
link do artigo | Comente | favorito
2 comentários:
De Marco Oliveira a 9 de Novembro de 2005 às 11:15
Eu lembro-me muito bem das duas visitas que fiz ao Yad Vashem. Sobretudo dos sorrisos naquelas fotos na ala das crianças. Obrigado por partilhares a experiência.
De paula a 4 de Novembro de 2005 às 15:38
A experi~encia que tive mais recentemente do género (embora não se aproxime, certamente, da tua) foi numa das sinagogas de Praga. Uma delas, já não me lembro qual, tem as paredes de várias salas e corredores cobertas de nomes de vítimas do holocausto, naquele país. A sinagoga culmina, no último piso, com uma exposição de cartas, fotos e desenhos de crianças que pereceram ou que passaram pelo horror do holocausto, ainda que tenham sobrevivido. Perfeitamente chocante. Embora não tenha andado horas lá dentro a ver esse espectáculo de horror, saí com o mesmo nó no peito. É sempre diferente ouvir um número só, inteiro, abstracto, e ver um monte caras ou nomes, um a um. Toma-se mais humanamente consciência da dimensão daquela atrocidade.

Comentar artigo

.Sobre o autor


Página Pessoal
Perfil do autor. História do Médio Oriente.
Galeria de imagens da experiência como voluntário num kibbutz em Israel.


Envie comentários, sugestões e críticas para:
Correio do Clara Mente

.Pesquisar no blog

Este blog está registado
IBSN: Internet Blog Serial Number 1-613-12-5771

É proibido o uso de conteúdos sem autorização

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Ligações

.Visitantes

Jewish Bloggers
Powered By Ringsurf

.Arquivos

. Maio 2014

. Março 2013

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

.subscrever feeds

Partilhar