Terça-feira, 7 de Junho de 2005

Temos que falar

Luz ao fundo do túnel?

Há momentos em que somos colocados contra a parede - mesmo que de uma forma não ameaçadora - e que nos obrigam a pensar a fundo na nossa vida. Ontem tive um desses momentos.

Assim que cheguei à sinagoga para a minha aula das segundas-feiras, o rabi veio ter comigo e disse-me com ar sério: "Temos que falar. Sobre o seu guiur (גיור, conversão), como vai ser. Quando é que podemos falar?"

Eu respondi que podia ser em qualquer altura. A aula começou pouco depois. A data da conversa não ficou marcada, mas eu não consegui mais deixar de pensar no assunto. Durante a aula, a que eu tentei prestar o máximo da minha atenção, como sempre faço, as palavras do rabino soavam insistentemente na minha cabeça. "Temos que falar". As palavras e o que podem significar.

Sim, o que podem significar, pois eu não tenho a certeza. Significa que o rabi acha que eu estou preparado para as etapas finais do processo de conversão? Sei que várias pessoas que frequentam as aulas comigo já tiveram a tal conversa com o rabino e por sua recomendação (é assim que as coisas funcionam) deverão apresentar-se perante um Bet Din (tribunal rabínico) em Israel, dentro de alguns meses.

Olhando para algumas dessas pessoas, como a Ana e o João - aquelas que eu conheço melhor -, interrogo-me "como posso eu estar tão preparado como elas?" Não creio que alguma vez estarei mais decidido a ir para a frente com o processo do que estou actualmente. Há muito que deixei de ter dúvidas de que isto é o que realmente quero.

No entanto, não consigo deixar de pensar que, comparando com outras pessoas do grupo - e é impossível não comparar -, eu não mereço estar no mesmo plano. E não o admito por modéstia, que essa é companhia que não costuma andar de mão dada comigo. Simplesmente reconheço que ainda não mereço o prémio. Ainda há tantas coisas que eu não sei e não sei fazer. Estou ainda tão longe do que um judeu deve saber, mas especialmente ser e fazer... Não quero desta forma que todo o processo pareça fácil. Como se bastassem uns meses de aulas. Porque não o é, bem pelo contrário.

Por outro lado, caso eu seja mesmo escolhido para me apresentar perante o Bet Din e acabe por "passar no teste", tenho receio de perder o interesse. Depois de cerca de dez anos de um caminho pessoal, com muitas pedras, buracos e mais baixos do que altos, não quero achar que "já está, não preciso de me esforçar mais".

Hoje, a minha motivação para ir todas as semanas a Lisboa é atingir um patamar que me permita dar os passos definitivos no processo de conversão. E depois? Estou como se fosse um animal em cativeiro, uma ave que, depois de viver tantos anos numa gaiola, não sabe se vai conseguir voar e finalmente sobreviver no mundo para lá das grades.

Ando com estes pensamentos e ainda não tive a tal conversa...

publicado por Boaz às 17:35
link do artigo | Comente | favorito
4 comentários:
De Karen a 15 de Agosto de 2005 às 22:22
Oi, Gabriel. Deixe-me apresentar. Meu nome é Karen, sou uma carioca que achou seu blog por acaso. Também tenho que passar pela minha guiur e, assim como vc, não tenho dúvidas de que esta é a minha meta. Só queria deixar aqui registrado que eu fiquei feliz por vc do outro lado do Atlântico e dizer q, por mim, vc não demorava em falar com o rabino. Seja o q for q ele tenha pra falar com vc, nao vai adiantar prorrogar a conversa. Tudo de bom pra vc.
De Paula a 15 de Junho de 2005 às 20:14
Parabéns! Sei que é um sonho antigo, e que o caminho tem sido duro, percorrido à custa de muita persistência… espero que o destino seja aquilo que esperavas. Se não for, se perderes o entusiasmo como dizes temer que aconteça (a possibilidade de não conseguires viver lá fora das grades nem a coloco, porque sei que não vai acontecer – não a ti), não desanimes. Pensa que pelo menos o caminho valeu a pena e que terás aprendido algo.
De Gabriel a 8 de Junho de 2005 às 19:56
Não, essa é a questão. Será que estou mesmo preparado? Quanto à sua tentativa: há coisas que não dá mesmo para tratar por email, tem de ser ao vivo. Shalom
De Adi a 8 de Junho de 2005 às 12:23
Parabéns. Deve estar mesmo preparado. Eu apesar de ter feito cerca de 3 emails e ter tentado outras tantas abordar o meu assunto junto do mesmo nunca fui premiada com uma simples resposta, nem que ela fosse simplesmente, ainda não. Eu ando há muitos mais, que o Gabriel, e sinceramente, acho que afinal também prefiro não fazer parte da tal gaiola. Tem razão. Mazaltov.

Comentar artigo

.Sobre o autor


Página Pessoal
Perfil do autor. História do Médio Oriente.
Galeria de imagens da experiência como voluntário num kibbutz em Israel.


Envie comentários, sugestões e críticas para:
Correio do Clara Mente

.Pesquisar no blog

Este blog está registado
IBSN: Internet Blog Serial Number 1-613-12-5771

É proibido o uso de conteúdos sem autorização

.Artigos recentes

. Pontes e muros entre Roma...

. Habemus "chaver" no Vatic...

. Quando a sirene toca, de ...

. Morto e envenenado (por e...

. A onda africana

. Vêm aí os Persas?

. Jihad casher? – os fanáti...

. Passerelle de Jerusalém

. A Cruz nas terras do Cres...

. Os moicanos de hoje

. De bolha em bolha (de Cop...

. 9/11 – A década

. Kiddush com tequila (Em t...

. De olhos na Diáspora

. Mazal tov!

.Ligações

.Visitantes

Jewish Bloggers
Powered By Ringsurf

.Arquivos

. Maio 2014

. Março 2013

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

.subscrever feeds

Partilhar