Sábado, 2 de Abril de 2005

Um justo entre as Nações

João Paulo II em Israel
Imagem histórica: O Papa coloca uma oração entre as pedras do Muro Ocidental, 26 de Março de 2000

"Mediante a surpreendente pluralidade das religiões, que se dispõe entre elas quase em círculos concêntricos, chegamos à religião mais próxima de nós: a do povo de Deus da Antiga Aliança. (...)

«A Igreja não pode (...) esquecer que foi por meio desse povo, com o qual Deus se dignou, na sua inefável misericórdia, estabelecer a antiga Aliança, que ele recebeu a revelação do Antigo Testamento e se alimenta da raiz da oliveira mansa, na qual foram enxertados os ramos da oliveira brava, os gentios (...).»

Por trás das palavras da declaração conciliar [Nostra aetate, do Concílio Vaticano II] está a experiência de muitos homens, quer hebreus, quer cristãos. Está também a minha experiência pessoal, desde os primeiros anos da minha vida na cidade natal. Recordo, antes de mais, a escola primária de Wadowice onde, na minha classe, pelo menos um quarto dos alunos era composto por rapazes hebreus. E devo agora mencionar a minha amizade, nos tempos de escola, com um deles, Jerzy Kluger. Amizade que continuou, desde os bancos da escola até hoje. Tenho viva diante dos olhos a imagem dos hebreus que todos os Sábados se dirigiam à sinagoga, situada por detrás da nossa escola. Ambos os grupos religiosos, católicos e hebreus, estavam unidos, suponho, pela consciência de invocar o mesmo Deus. Não obstante a diversidade da linguagem, as orações na igreja e na sinagoga baseavam-se, em considerável medida, sobre os mesmos textos."

Estas palavras constituem uma parte do capítulo dedicado ao Judaísmo do livro "Atravessar o Limiar da Esperança", escrito por João Paulo II em 1994. De facto, este Papa merece, ser lembrado como um homem de gestos de conciliação entre a Igreja Católica e as outras religiões, nomeadamente, com o Judaísmo.

Para lá de certas posições em questões doutrinais, cuja discussão cabe, a meu ver, apenas aos católicos, e, apesar dos seus desejos de beatificação ou canonização de figuras de santidade questionável como Pio XII e Isabel a Católica, ficou uma série de atitudes exemplares pelas quais merece (também) ser lembrado. Visitou Auschwitz na sua primeira viagem à Polónia. Foi o primeiro Papa a visitar uma sinagoga, em Roma, em 13 de Abril de 1986. Foi o Papa que reconheceu o Estado de Israel e visitou Jerusalém, incluindo o Yad Vashem e o Muro Ocidental, em Março de 2000. Pediu perdão pelos pecados da Igreja contra os Judeus, os Muçulmanos e os Protestantes.

Não foi um homem perfeito – nem o poderia ser, sendo humano – mas foi, sem dúvida um homem de bem e de coragem. O Jerusalem Post chamou-lhe o Papa do Tikkun Olam (melhorar o mundo, em hebraico). Não tenho problemas em dizê-lo, já que não é preciso ser católico, nem sequer cristão para o reconhecer. Um homem para a eternidade. Abençoada seja a sua memória.

NOTA: O título do artigo encerra uma feliz coincidência. "Justo entre as Nações" é também um título atribuído pelo Yad Vashem aos não-judeus que ajudaram judeus durante a II Guerra Mundial. Já durante as notícias de hoje (3 de Abril) soube-se que o Yad Vashem estuda a possibilidade de conceder esse título a Karol Wojtyla, devido à sua recusa em baptizar uma criança que ele sabia ser judia, e que fora adoptada por uma família cristã polaca.

tags:
publicado por Boaz às 23:03
link do artigo | Comente | favorito
3 comentários:
De rogrio a 7 de Abril de 2005 às 08:52
Resposta ao PGM: Desde nunca, ninguém têm de ser Cristão, Muçulmano, Budista, ou qualquer outra religião para este ser melhor que aquele, e nem sequer é preciso ter religião para ser boa pessoa ou ter qualidades...
De Gabriel a 6 de Abril de 2005 às 17:02
Eu também não disse que definiam. Admito que João Paulo II foi um grande homem, independentemente da sua religião, que não é a minha. E não deixo de ser quem sou só por admitir que o Papa me merece o maior respeito.
De PGM a 6 de Abril de 2005 às 14:22
E desde quando é que os credos definem as qualidades das pessoas?

Comentar artigo

.Sobre o autor


Página Pessoal
Perfil do autor. História do Médio Oriente.
Galeria de imagens da experiência como voluntário num kibbutz em Israel.


Envie comentários, sugestões e críticas para:
Correio do Clara Mente

.Pesquisar no blog

Este blog está registado
IBSN: Internet Blog Serial Number 1-613-12-5771

É proibido o uso de conteúdos sem autorização

.Artigos recentes

. Pontes e muros entre Roma...

. Habemus "chaver" no Vatic...

. Quando a sirene toca, de ...

. Morto e envenenado (por e...

. A onda africana

. Vêm aí os Persas?

. Jihad casher? – os fanáti...

. Passerelle de Jerusalém

. A Cruz nas terras do Cres...

. Os moicanos de hoje

. De bolha em bolha (de Cop...

. 9/11 – A década

. Kiddush com tequila (Em t...

. De olhos na Diáspora

. Mazal tov!

.Ligações

.Visitantes

Jewish Bloggers
Powered By Ringsurf

.Arquivos

. Maio 2014

. Março 2013

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

.subscrever feeds

Partilhar