Segunda-feira, 6 de Agosto de 2007

Num click

Como era de esperar, tive reacções negativas ao artigo Um Mundo (quase) perfeito. Os mesmos a quem não convém que se abram os olhos para as atrocidades que alastram no mundo. Para lá das fronteiras de Israel.

Recebi vários comentários de um tal Antº. Tão honesto era o Antº que nem deixou contacto. Que falta de chá.

Ele é daqueles que parece não entender que basta um click para apagar um comentário que aqui deixem e que eu não ache decente. Sim, porque eu apago os comentários que não me agradam. É óbvio que são permitidas opiniões divergentes das minhas. Até as agradeço. No entanto...

Não sirvo, nem por esta via falo, em nome de outrem. Apenas de mim próprio. Por isso mesmo, não aceito ser veículo de mensagens de propaganda anti-Israel. Para esse tipo de mensagens – e isto é um conselho ao Antº e companhia – há milhares de outros blogues e muitos mais sítios na Internet, onde pode expressar sem limites as suas fúrias anti-israelitas junto com os camaradas dos Hamas, Fatahs, Hezbollahs, Al-Qaedas e malta simpatizante Neo-Liberal, Anti-globalização, Proto-globalização, Alter-globalização, Revisionista e outra do mesmo clube. Talvez por lá se cruze com Nasrallah, Ahmadinejad, Ken Livingstone ou até com o fantasma de Arafat.

Saiba que Israel não foi mais "artificialmente criado" do que a maioria dos estados do Mundo. Todos os de África e da América, a maioria dos da Ásia e até alguns da Europa (incluindo o estado de nuestros hermanos, artificialmente criado há 500 anos por via de um casamento de conveniência). Israel é e será uma realidade inultrapassável, por muito que procurem e inventem todos os argumentos para questionar a sua legitimidade. E só quando os Árabes aceitarem esse facto, é que daí poderá advir um caminho de paz. Até lá, a persistente negação da existência do Estado de Israel continuará a ser o maior dos obstáculos. E note-se que, ao contrário dos sucessivos governos de Israel nos últimos 15 anos, nenhum governo palestiniano realmente aceitou a existência de dois estados soberanos no território da Palestina do Mandato Britânico.

Basta assistir a um qualquer programa infantil na TV palestiniana ou abrir um qualquer dos seus livros escolares para entender qual é o quadro das relações com Israel e os Judeus que a liderança palestiniana pretende e assim continua a educar o seu povo.

Lições de democracia, creia-me senhor Antº, que caso realmente aprecie esse tipo de regime, tem muito mais a aprender com Israel do que com qualquer país árabe. E não digo que o estado das coisas ande perfeito em Israel. Mas, veja-se a Democracia que os Palestinianos escolheram. A do Hamas. Ah, desculpe. Esses é que são para si os bons. Ignore então este parágrafo...

Por fim, faça um favor. A si mesmo acima de tudo. Não me apareça por aqui para deixar verborreia como a que deixou, porque a minha reacção será a mesma das quatro vezes anteriores: um rápido e definitivo "Delete". Não me custa nada. Absolutamente nada, que tempo tenho de sobra e até a Internet tenho grátis. E tenham todos um bom dia.

tags:
publicado por Boaz às 10:56
link do artigo | Comente | favorito
2 comentários:
De MCA a 6 de Agosto de 2007 às 14:18
Vai buscar!
De antonio a 7 de Agosto de 2007 às 18:20
Olá
Nós por cá, aqui mesmo ao lado da Golpilheira, cá vamos andando em festas, a todos os santos e santíssimos, com foguetes, comes e bebes e bandas (então e as filarmónicas e acções culturais, mesmo que seja só de música?).
Gostei deste post.
Um abraço
António

Comentar artigo

.Sobre o autor


Página Pessoal
Perfil do autor. História do Médio Oriente.
Galeria de imagens da experiência como voluntário num kibbutz em Israel.


Envie comentários, sugestões e críticas para:
Correio do Clara Mente

.Pesquisar no blog

Este blog está registado
IBSN: Internet Blog Serial Number 1-613-12-5771

É proibido o uso de conteúdos sem autorização

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Ligações

.Visitantes

Jewish Bloggers
Powered By Ringsurf

.Arquivos

. Maio 2014

. Março 2013

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

.subscrever feeds

Partilhar