Quarta-feira, 26 de Março de 2008

Três vezes Purim

Este ano, a festa judaica de Purim festejou-se três dias seguidos, da passada sexta-feira a Domingo. Normalmente, dura apenas um dia. No entanto, sempre que a data da festa coincide com o Shabbat e para evitar violar as regras do Shabbat, as várias tradições da festa são divididas por três dias. É o Purim Meshulash, o "Purim Triangular".

Purim é o festival que lembra a salvação dos Judeus da Pérsia, sobre os quais havia sido decretada a aniquilação, às mãos do vizir Haman. A ordem para matar todos os judeus do reino estava marcada para aquele dia. Graças à intervenção da Rainha Ester, a esposa judia do rei Ahashverosh (Assuero ou Xerxes), os judeus conseguiram ser salvos.

A história é contada no Livro de Ester. Escrito num rolo de pergaminho, conhecido por Meguilat Ester, o conto é lido nestes dias em todas as sinagogas do Mundo. Um dos costumes mais populares da festa, durante a leitura pública da Meguilá, é fazer barulho de cada vez é lido o nome de Haman. Matracas, cornetas, assobios ou simplesmente bater com as mãos nas mesas, tudo serve para abafar o nome do perverso vizir.

A festa é comparada (erradamente) com o Carnaval – chamam-lhe o Carnaval Judaico, tal como a Hannuka chamam o Natal Judaico – apesar de não haver a mínima relação entre nenhuma das festas, além da proximidade no calendário. Tanto Purim como Hannuka são bem mais antigas que as festas cristãs celebradas na mesma época.

É o dia das máscaras. As máscaras simbolizam que o Mundo é mostrado ao contrário. Uma espécie de inversão de papeis e identidades. A oposição entre o que se revela e o que se esconde. Tal como Deus – aparentemente – esteve escondido, na história de Ester e dos Judeus da Pérsia. Tal como houve, no dia de Purim original, uma inversão de sortes. Os judeus, marcados para serem mortos, puderam defender-se e todos foram salvos.

É ainda o dia da bebida. Na yeshiva a festa é "regada" com alguma moderação, mas sempre há alunos que por conta própria, decidem "encher a cara", com as consequências esperadas. No dia seguinte, os empregados de limpeza da yeshiva têm trabalho redobrado. O after-party não é agradável para os exagerados. Diz-se que é em Purim que, nas yeshivot, são proclamados os melhores discursos dos rabinos. Ajudada pelo álcool, a inspiração é acrescida. "Entra o vinho, sai o segredo". E com ele, também cai a máscara. Revelam-se as verdadeiras personalidades.

No baile que tem lugar na yeshiva, alunos e rabinos dançam horas e horas, numa expressão de alegria impressionante. É a alegria da salvação, da memória da salvação dos Judeus da Pérsia, e de outras salvações ao longo dos séculos da história judaica. É a alegria da certeza de, aconteça o que acontecer, quaisquer que sejam os decretos, existe um Guardião que zela pelo Povo de Israel. Mesmo que pareça estar oculto.

publicado por Boaz às 22:06
link do artigo | Comente | favorito
1 comentário:
De Flavio Justino a 24 de Dezembro de 2016 às 23:28
A forma como você escreve é linda e muito poética. Faz com que a gente possa refletir e vislumbrar algumas coisas. Fez um belo trabalho nos seus textos. : )
Chag Sameach!

Comentar artigo

.Sobre o autor


Página Pessoal
Perfil do autor. História do Médio Oriente.
Galeria de imagens da experiência como voluntário num kibbutz em Israel.


Envie comentários, sugestões e críticas para:
Correio do Clara Mente

.Pesquisar no blog

Este blog está registado
IBSN: Internet Blog Serial Number 1-613-12-5771

É proibido o uso de conteúdos sem autorização

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Ligações

.Visitantes

Jewish Bloggers
Powered By Ringsurf

.Arquivos

. Maio 2014

. Março 2013

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

.subscrever feeds

Partilhar