3 comentários:
De Levy a 2 de Junho de 2009 às 23:35
Olá Boaz :)

Estive a ler o que escreveu sobre os israelitas de origem russa, e uma das coisas que escreveu, foi um bocado contra a ideia que eu tinha. Afirma que a sociedade israelita está em crescente secularização. Confesso que tinha uma ideia diferente. Julgava que o números de religiosos estivesse em crescendo, fruto das taxas de natalidade que os ortodoxos têm. Poderá explicar melhor este aspecto?
Abraço,
De Boaz a 4 de Junho de 2009 às 22:00
Shalom Levy,
A tendência em Israel é mista, por assim dizer. Por um lado, a população que tem mais filhos é a dos ortodoxos (média de 7 filhos por mulher). Por outro, a população secular está mais exigente nas suas reclamações. Não que os seus números aumentem, mas como influência política, parecem estar a crescer.
Além de tudo isto, os religiosos não são unidos em termos políticos (há pelo menos 4 partidos religiosos judaicos), o que parece significar que os religiosos não são representados com a sua verdadeira dimensão.
Hmmm, tenho de escrever um artigo sobre isto...
De Levy a 8 de Junho de 2009 às 23:58
Boaz :)

É uma boa ideia. Você melhor que ninguém pode escrever acerca desse assunto. Está numa posição privilegiada :)

Comentar artigo