7 comentários:
De RG a 3 de Março de 2011 às 18:05
O surgimento do hebraico é um fenómeno único nos anais das nações, o que acho já de si impressionante, pois serviu como instrumento de integração para um país como Israel, que recebeu imigrantes dos quatro cantos do planeta, pois serve de ferramenta de integração, e pode ver-se como brincam e convivem e aprendem juntas crianças etíopes, russas, marroquinas, iemenitas, polacas, etc. Ou como disse Ephraim Kishon, humorista israelita de origem húngara: "Israel é o único pais no mundo onde as mães aprendem a língua materna da boca dos filhos."
De L.Soares a 17 de Abril de 2011 às 13:34
Olá poderia me tirar uma duvida?
Sou brasileira, de ascendência judaica tanto por pai quanto por mãe, porém minha linhagem por parte de mãe só teve mulheres. Isto é todas vieram de um ventre judeu, inclusive eu. o mesmo acontece com meu pai. Eu sou Judia ou tenho que me converter?
De Boaz a 23 de Abril de 2011 às 20:44
Na Lei Judaica o que determina se a pessoa é judia ou não é a mãe ser judia (ou a conversão). Para este efeito, não interessa se o pai é judeu ou não. Assim, você sendo de mãe judia é também judia, assim como todos os seus irmãos, irmãs e filhos. E sendo a sua linha materna composta apenas de mulheres, os descendentes diretos destas mulheres também são judeus.
De Rivkah a 27 de Abril de 2011 às 23:24
Ola' Boaz, Sou a Rivkah, eu e o meu marido fomos para o Canada. Espero que esteja tudo bem contigo e tenhas tido um Pesach Sameach. Eu e o meu marido enviamos-te alguns emails desde que deixamos Israel mas nao sei se os recebes te, alguns voltaram para tras. Sou capaz de nao ter o teu endereco correcto. Se podes por favor envia me o teu contacto, gostavamos de te escrever. Parabens pelo teu blog, continua fantastico e sempre que aqui venho estou a aprender. Cumprimentos para ti e a familia. Tudo de bom, Rivkah e Aharon
De Boaz a 30 de Abril de 2011 às 22:51
Shalom Rivka,
Na verdade não recebi nenhum email vosso. Usa este email: g.canhoto@iol.pt.
Depois, através desse email te passarei um outro endereço que uso com mais frequência.
Tudo de bom,
Boaz
De Ano a 1 de Junho de 2011 às 17:44
Desistiu do blog ?
De Boaz a 1 de Junho de 2011 às 21:39
É verdade que estive alguns meses sem publicar, mas o desejo de voltar aos posts esteve sempre presente. Voltei hoje.

Comentar artigo