13 comentários:
De kozlowskyelisa@gmail.com a 9 de Agosto de 2011 às 01:56
Caro Boaz, desejo-lhe boa sorte ao encontrar o local mais adequado para transmitir seus conhecimentos, uma comunidade judaica que necessite de alguém como você. Não pensa no Brasil? Tem medo da violência urbana? Não é pior do que nas cidades que você cita nesse texto. Há variedade de comunidades no Rio de Janeiro. Existe a Beit Lubavitch do Leblon e de Copacabana. Creio que sejam Chassídicos. Enfim, desejo-lhe boa sorte! Aprecio muito seus textos. Um abraço.
De Boaz a 9 de Agosto de 2011 às 23:43
Elisa, eu e minha esposa havíamos excluído à partida cidades como o Rio ou São Paulo. Para primeira shelichut, queremos uma comunidade pequena, de preferência sem escola judaica.
A violência é algo que me preocupa realmente. Para alguém do Rio - como você parece ser - isso pode ser algo a que já se habituou por ter vivido nessa situação toda a vida. Eu, que nasci em Portugal, estou habituado a viver em ambientes tranquilos, sem ter medo de sair à rua, mesmo de noite. Vivi em Lisboa por 5 anos e nunca fui assaltado. Hoje a situação está pior nesse aspeto, mas nada que se compare com qualquer cidade do Brasil.
Quando fui de visita a Cancún, uma das coisas que me preocupou à partida foi a onda de violência no México, que está imparável e começa a chegar também a Cancún.
Nunca sairia para um local onde não pudesse sentir segurança para, no mínimo, poder passear com a minha família num parque.
Os Beit Lubavitch apenas recebem shelichim do movimento Chabad, do qual eu não faço parte. Aprecio o trabalho deles em muitos aspetos, mas em outros somos totalmente diferentes em termos de ideologia.
De Elisa Kozlowsky Ribeiro a 10 de Agosto de 2011 às 03:45
Caro Boaz, desculpe, só depois percebi pelo seu perfil no FB que vc não é chassídico, é ortodoxo. É...em termos de locais tranquilos para passear com a família no Rio restam o Clube Israelita em Copacabana (não sei se é apreciado por ortodoxos) e, parques...sim, há o belo Parque Lage no bairro do Jardim botânico na Zona Sul carioca. Bairro nobre, arborizado e tranquilo. Há o próprio Parque Jardim Botânico...mas talvez seja melhor um lugar mais tranquilo para vc e sua família. Em relação a Cancún...eu teria muito medo dos fenômenos da natureza que costumam castigar essas ilhas. Eu moro em Niterói, do outro lado da Baía de Guanabara. Cidade em crescimento e calma. Não há sinagogas por aqui, ainda. Desejo-lhe sorte! O lugar certo virá!
De ana brito a 23 de Agosto de 2011 às 08:31
Andei a pesquisar os vários textos deste blog porque o tema do judaísmo me tem vindo a interessar cada vez mais.
Fiquei deliciada com as várias leituras que fiz (estive quase um dia inteiro a percorrer o blog).
Admirei especialmente a sua perseverança (e coragem) no longo caminho que percorreu para a sua conversão ao judaísmo.
Escreve muito bem pelo que gostava de lhe dar os parabéns e incentivá-lo a continuar com o blog.
A mim faz-me muito bem ler sobre estes temas e julgo que é importante que mais pessoas conheçam esta religião e a história e a vivência do povo judeu, pois é uma aprendizagem.
Boa sorte para tudo.
De Boaz a 24 de Agosto de 2011 às 00:40
Ana,
Muito obrigado pelo comentário e os incentivos.
Se tiver algumas perguntas sobre o judaísmo pode enviar-me diretamente um email para o endereço específico do blog (bodexiatorio@sapo.pt).
Espero que continue a gostar do blog, e ainda mais de aprender sobre o Judaísmo. Eu vou dando a minha modesta contribuição para informar um pouco sobre temas não muito conhecido da maioria das pessoas e rodeados de muitos mitos.
Tudo de bom
De ana brito a 24 de Agosto de 2011 às 10:26
Bom dia Boaz :
Agradeço a resposta que deu ao meu comentário. Reitero os meus incentivos para que continue a escrever no blog pois realmente acho que escreve muito bem e os assuntos que levanta são sempre muito interessantes e actuais.
Esta temática do judaísmo, do povo judeu e de Israel ainda é pouco conhecida neste lado do mundo, e as pessoas têm muitos preconceitos.
No entanto, embora infundados alguns desses preconceitos encontram-se muito enraizados nas mentalidades das pessoas (em parte por culpa de alguns meios de comunicação social que resolvem fazer um trabalho de propaganda esquerdista, contra Israel e a favor dos palestinianos. Será o dinheiro do petróleo a falar??).
Por essa razão, acho importante que haja alguém que fale sobre estes assuntos.
Por outro lado, o facto do Boaz já ter tido uma vivência ocidental e católica permite-lhe ter uma visão do todo, o que é bom para compreender melhor as situações e as problemáticas relacionadas com estes temas, nomeadamente para compreender as reacções do ocidente a estas questões.
Eu irei continuar a consultar o blog e a estudar o que puder sobre judaísmo e o o povo judeu.
O meu interesse já me levou este ano a passar férias em Israel . Adorei!! Estive em Tel Aviv , Jerusalém, Tiberíades , Safed , Mar da Galileia.
Irei voltar com certeza porque me pareceu pouco. Gostei tanto que este ano me inscrevi em aulas de hebraico. Acho que será engraçado voltar a Israel sabendo falar um pouco o hebraico.
Mas o meu objectivo é só mesmo conhecer e aprender.
Espero que o Boaz continue a ter tempo para prosseguir com este blog pois eu continuarei a consultá-lo.
Mais uma vez obrigada.
De Boaz a 24 de Agosto de 2011 às 21:12
"o meu objectivo é só mesmo conhecer e aprender".
Esteja descansada, eu não estava a tentr convencê-la a converter-se. ;o)
Não é essa a postura judaica, a de buscar prosélitos a todo o custo. Isto apesar das acuções que nos têm sido feitas ao longo dos séculos.
De Ana Brito a 25 de Agosto de 2011 às 08:27
Bom dia Boaz,
Desculpe se a minha expressão pareceu uma "indirecta", pois essa não foi de todo a minha intenção.
A única coisa que eu quis dizer foi que neste momento estou a ir com calma e ainda não me quero converter. Mas como me identifico muito com esta religião quero estudar e conhecer o máximo que puder.
Eu antes tinha tentado dizer-lhe mais qualquer coisa através do mail que me enviou mas o endereço deve estar errado, porque não consegui.
Tudo de bom :)
De Boaz a 28 de Agosto de 2011 às 00:05
Shalom Ana,
Eu estava apenas a pôr as coisas claras. Não entendi que a sua intenção atual fosse a conversão, mas caso assim fosse, avisei-a de que não tinha qualquer intenção de influenciá-la nesse caminho. E ainda acrescentei um :o) para atestar que não era de todo a minha intenção.
Há muita gente que sente interesse pelo Judaísmo, de um ponto de vista cultural/histório, sem qualquer interesse espiritual. E é absolutamente legítimo.

Peço desculpa pelo endereço errado num dos comentários anteriores. Este é o certo: bodexpiatorio@sapo.pt.
Faltava um "p". Mais uma prova de que os detalhes são importantes. :o)
De Ana brito a 28 de Agosto de 2011 às 13:14
Shalom Boaz
Obrigada pela resposta.
Tudo esclarecido.
Tudo de bom para si.
E não se esqueça de continuar a "blogar"!
De Guará Matos a 30 de Agosto de 2011 às 15:43
Um abraço num judeu que mora em Portugal, oferecido por um brasileiro que mora no Brasil.
De Boaz a 31 de Agosto de 2011 às 00:07
Guará,
Eu sou judeu, nascido em Portugal, mas não resido em Portugal, mas em Israel, há já 6 anos.
De Guará Matos a 31 de Agosto de 2011 às 01:42
De qualquer maneira, um forte abraço.
Se desejar, visite minha página.
Abraços.

Comentar artigo