De Gonzas a 6 de Julho de 2010 às 00:07
Não percebi esta parte: "num país tão voltado para o turismo e, alegadamente interessado em atrair o público judaico". Tu próprio disseste que Israel tem 2 milhões de turistas. O que é isso comparado com os mais de 50 milhões de turistas que Portugal recebe anualmente? Mas temos que estar preparados para receber toda a gente como se fosse no país de origem? Tem de haver supermercados casher, e restaurantes judaicos em abundância para que uma parte desses 2 milhões se sinta em casa? Eu se for visitar um país como Israel dificilmente comerei um cozido à portuguesa... Ser turista é isso mesmo. Adaptar-se também ao país que o recebe. Só vem quem quer. Afinal, porque razões visitamos um país? Para comer como comemos em casa?
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres