De Pseudo a 26 de Julho de 2010 às 13:50
Perdão, Boaz, mas é exatamente esse o sentido da Lei:

Êxodo 21:22-25 Se alguns homens brigarem, e um ferir uma mulher grávida, e for causa de que aborte, não resultando, porém, outro dano, este certamente será multado, conforme o que lhe impuser o marido da mulher, e pagará segundo o arbítrio dos juízes; mas se resultar dano, então darás vida por vida, olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé, queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por golpe.

Qualquer ofensa ou dano físico deveria ser retaliado na mesma medida (mas, curiosamente, a vida de um feto não é equiparada à de um ser humano).

Nesse capítulo do Exodo(21) encontramos uma série de mandamentos não necessáriamente relativos à preceitos religiosos mas preceitos de convivência social e resolução de confilitos. Tratam-se de regulações de ordem civil e penal que parecem se confundir, posto que a técnica juridica não era a preocupação do autor do livro. Lógico que não se deve interpretar literalmente mas observar-se o justo princípio da proporcionalidade da reparação ou punição.

Quanto à crítica ao cristianismo, de que baseia uma de suas maiores máximas num interpretação errada, equivoca-se: Não interessa o sentido original do texto bíblico, que como vimos não se refere à vingança, mas à interpretação que o comum do povo dá a ele. E como vc mesmo demonstrou, já naquela época e nos dias de hoje, equivocadamente se pensa ser uma justificação da vingança, o que a doutrina cristão não aceita e ensina.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres